"Amanhã fico triste… amanhã!
Hoje não… Hoje fico alegre!
E todos os dias, por mais amargos que sejam, eu digo:

Amanhã fico triste, hoje não…"


(Poema encontrado na parede de um dos dormitórios de crianças do campo de extermínio nazista de Auschwitz)