Eu vou querer ser amada, você acha que pode?



Se for pra ficar que seja inteiro, da forma mais simples, do jeito mais gostoso. Eu não quero um romance de novela, um "Romeu e Julieta", mas quero que seja sincero. Nada de perfeição do meu lado, eu não sou perfeita. Então que venha com erros, defeitos e uma dose de mau humor se possível.

Que some aos meus sonhos e subtraia os meus medos. Entenda que eu tenho minhas inseguranças e que você vai ter que aprender a conviver com elas. Nada de meias palavras... Que fale tudo ou que não fale nada, mas que demonstre, pois eu quero sentir.

E que tenhamos algumas brigas para quebrar a rotina, um ciúme vez ou outra para mostrar que também sente medo de me perder. Não te quero sendo forte o tempo todo, porque quero ser seu abrigo também. Mas não me peça para ter forças sempre, porque haverá dias que vou querer apenas um refúgio.
Se não sabe dançar eu ensino. Eu te ensino a dançar essa música, apenas tenha paciência e não tente me entender sempre, porque nem sempre eu vou querer ser entendida. Você nem sempre vai saber decifrar. Eu não sou decifrável. Eu vou querer ser amada, você acha que pode? Tem certeza?

Mas se não for pra ficar, se não for pra me amar, se não for para deitar ao meu lado e tecer um futuro só nosso, e se for só por hoje...apenas por hoje, se não for para sempre... Apague a luz e feche a porta.

(Vanda Ferreira)



* Ainda dá tempo de desistir, lembra?