Pular para o conteúdo principal

Meu Momento ♡

Você poderia ter sido o homem da minha vida

[Você pode ler este texto ao som deSay Something]
           Olá, espero que as coisas estejam fluindo na sua vida desde a última vez que nos encontramos. Faz um bom tempo que meu coração fica inquieto e pede para que eu escreva para você, bom, confesso que já escrevi umas duas vezes e em seguida rasguei o papel. Dessa vez resolvi escrever aqui, não te enviarei, mas eu sei que um dia acabará chegando em você.         Bom, a primeira coisa que queria te dizer é que você poderia ter sido o homem da minha vida, talvez não no momento que nos esbarramos na primeira vez, mas quem sabe agora ou lá na frente, porém, não é e nem será, é, você estragou tudo (não falo do nosso pseudo-relacionamento), você  mostrou ser alguém que eu não gostaria de dividir nenhum segundo do meu dia, quanto mais minha vida.          Não, não tenho mais raiva de você, por muito tempo tive medo, sim, medo, você me fez sentir algo que nunca imaginei que sentiria, e hoje olho para o mundo com outros olhos, me sinto ma…

A minha única dúvida é se sou a única idiota.


Eu só queria que chegasse um e-mail seu.
Ou melhor: que você chegasse ao vivo.
E que você me trouxesse aqui a sua barriga, a sua nuca, a parte mais branca das sua coxas, a sua cara de bravo até pra sentir prazer e o seu cheiro
Me traz você, por favor.
Me traz e leva embora todas essas coisas chatas que só servem para ocupar minhas horas enquanto você não chega.
Porque me jogar pelos cantos e suspirar você é só o que eu consigo fazer.
Aí eu tomo um banho bem quente, pra te espantar da minha pele.
E canto bem alto, pra te espantar da minha alma.
E escovo minha língua bem forte, pra separar seu gosto do meu.
E quase vomito, pra parir você do meu fígado.
E tento ser prática e parar de suspirar.
E tento abrir a geladeira sem me perguntar o que eu poderia comprar pra te agradar.
E tento me vestir sem carregar a esperança de esbarrar com você por aí.
E tento ouvir uma música sem lembrar que você gosta de se esfregar de lado em mim.
E tento colocar uma simples calcinha e não uma bala perdida pronta pra acertar você.
E tento ser só eu, simplesmente eu, novamente, sem esse morador pentelho que resolveu acampar em mim.
E nada disso adianta.
E o esforço pra não fazer nada disso já é fazer tudo isso.
E eu escrevo um parágrafo e corro pra ver se tem e-mail.
E eu escrevo uma linha e corro pra ver se tem mensagem de texto.
E eu não escrevo nada e também não corro, apenas deixo você chegar aqui do meu lado, em pensamento.
E me pego sorrindo, sozinha.
E me pego nem aí para todo o resto.
Mas sabe o que acontece enquanto isso?
Enquanto eu não me movo porque estou lotada de você e me mover pesa demais?
O mundo acontece.
O mundo gira. .
Estão todos fazendo algo mais importante e mais maduro do que suspirar como uma idiota e só pensar em você.
Eu tenho muita inveja dessas pessoas maravilhosas, adultas, evoluídas e espertas que conseguem separar a hora de ir a uma reunião de condomínio com a hora de desejar alguém na escada do condomínio.
A hora de marcar o dentista com a hora de engolir alguém.
A hora de procurar a palavra "macambúzio" no dicionário com a hora de se perder com as suas palavras que de tão simples parecem complexas.
A hora de ser inteira e a hora de catar meus pedaços pelo mundo enquanto você dá sinais desmembrados.
Eu não consigo nada disso, eu me embanano toda, misturo tudo, bagunço tudo.
A minha única dúvida é se sou a única idiota a fazer isso comigo ou se sou a única idiota a admitir que faço isso comigo.

Postagens mais visitadas