...

Quem não tem um passado?  
Quem já não amou alguém e achou que ele seria a pessoa certa.
Quem já não sofreu?
Quem já não sorriu bobamente?
Quem já não se enganou completamente? 
Quem já não mordeu os lençóis pra ninguém te ouvir chorando. 
Quem já não se sentiu um lixo?
Quem já não magoou alguém sem intenção alguma? 
Quem já passou noites em claro remoendo uma dor?
Quem já não errou?
Quem já não viveu um grande amor?
Quem já não fez loucuras? 
Quem já não se sentiu culpado por algo que nem cometeu? 
Bom se existe alguém assim, que não viveu, esse alguém não sou eu.
Eu sou esse amontoado de cicatrizes e marcas. Mas que nunca perdeu a fé que os dias bons e recompensadores chegariam. 
Eu sou o que as dores, amores, sorrisos me moldaram. 


Diandra Muniz, 
em uma madrugada solitária.