Queria ter com quem trocar cartas





Sempre desejei ouvir "Diandra, tem carta para você!" ver um envelope com meu nome e saber que alguém dedicou algum tempo pra mim. Acho que deve ter um gostinho doce como de brigadeiro feito em casa, escrever para alguém e ler o que escreveram para você. 
Pena que o mundo ficou moderno demais pra essas coisas tão simples!
Quem sabe um dia eu ainda escute essa frase e saboreie esse gostinho doce!