Como você tá?



Não aguento mais responder essa pergunta, principalmente pra quem não se importa realmente com minhas respostas. Toda vez que alguém pergunta como estou... Vem um turbilhão pronto pra desaguar:
- Não estou bem, nada bem. Estou me sentido uma inútil, incompetente, cheia de frustrações. Todo dia seguro o choro, as vezes não aguento e choro feito criança. Meu nível de estresse só aumenta, e cada dia que passa fico mais à flor da pele, mais triste e sem brilho.
Mas eu só respondo o que todos esperam ouvir: - estou bem.
Hoje encontrei uma amiga que me perguntou como eu estava, me atrevi a dizer que não estava bem. Logo, ela mandou eu não falar assim, que eu estava bem sim, com saúde.
Segurei o choro e sorri amarelado e pensei, eu não estou bem e não posso dizer que estou bem só porque estou com saúde, tá certo que tem gente em situações bem piores que a minha. Mais isso não significa que estou bem.
Afinal, quem disse que eu nasci pra sobreviver? Eu nasci pra VIVER! Com letras maiúsculas. 
E esse estado de inercia que me encontro, tem me roubado a paciência, o sono e a leveza.
Preciso urgente achar uma saída, ou então vou ter que continuar mentindo: - Estou bem!