Por que?


Eu só queria saber o que de tão grave eu fiz. Que erro tão imperdoável foi esse?
Odeio magoar alguém, desculpa se te magoei. 
Mais acho que não cometi algo tão sem escrúpulos assim. Se eu errei foi tentando acertar.  
Você sabe que eu sou alguém muito sincera, sinceridade essa que às vezes machuca.
Acho que entendi tudo errado, acho que li e ouvi demais com o coração, fantasiei um amor diferente. Fantasiei um menino-homem diferente.
Mais não se preocupe, não vou procurá-lo. Não por orgulho ou coisa do tipo, pois aprendi que orgulho é antônimo de AMOR , e sim porque não quero te incomodar e muito menos forçar a barra, se você partiu é por que teve seus motivos, e eu respeito isso. Só espero que você tenha pensado com o coração. (Se der um dia me conta quais razões foram essas. Você sabe todos meus contatos reais ou virtuais.)

Se eu puder te pedi algo, te peço para não fugir e nem ficar off-line cada vez que eu fico online, isso doí sabia? Machuca muito! :'( E eu acho que eu não mereço isso. Eu não mereço derramar uma lagrima a cada vez que isso acontece. Pode ficar despreocupado, eu prometo que não te vou incomoda. Mais se você achar que o meu nome com um sinalzinho verde te afeta tanto, me exclui de vez, vai doer saber que você me excluiu também da sua vida virtual, mais vai só uma dor, e não uma dor a cada vez que você faz isso.
Se eu sentir necessidade de te 'falar' algo será aqui pelo meu 'confessionário particular' , se você vai ler eu não sei, talvez leiam apenas alguns desconhecidos ou conhecidos que nem são meus amigos. 
Mais de qualquer maneira é assim que vou tirando um pouco dessa dor no coração, colocando ela aqui.




- Diandra Muniz
Numa tarde triste de agosto.